Notícias

CASCAVEL AZUL

Associação Cascavel Rosa em prol da saúde masculina

Em 27 de agosto de 2009, o Ministério da Saúde lançou a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. O Paraná, por sua vez, lançou o “Agosto Azul”, uma campanha estadual com ações voltadas à saúde masculina. Em 2012, foi fundada a Associação Cascavel Rosa na luta contra o câncer, e o movimento conquistou a cidade pela importância da causa, ações desenvolvidas e resultados obtidos. Contudo, o público masculino resiste a consultar o médico quando percebe algum problema, principalmente, quando o assunto está relacionado aos tipos de câncer exclusivamente masculinos – próstata, pênis e testículos. Segundo dados do Ministério da Saúde, no Sistema Único de Saúde (SUS), a cada oito consultas ginecológicas acontece apenas uma urológica. Doenças como câncer de próstata, que é a segunda maior causa de morte por câncer entre homens, perdendo apenas para os tumores de pulmão, podem ser tratadas de maneira eficaz quando descobertas precocemente. Outro dado preocupante, apresentado pela American Câncer Society, é que o câncer, em seus diversos tipos, atinge mais homens do que mulheres. Pesquisas também apontam, de modo geral, que os homens vivem em média seis anos menos que as mulheres e correspondem a quase 60% das mortes no país. Embora o motivo dessa diferença não seja claro, médicos associam a maior incidência da doença nos homens ao estilo de vida, já que costumam expor-se mais a situações de risco, como fumar e beber.
Diante desse panorama, em 2013 as voluntárias do Cascavel Rosa, preocupadas com esposos, pais, parentes, amigos e com a saúde coletiva de forma mais ampla, resolveram abraçar mais uma luta, daí a origem do Cascavel Azul. O objetivo principal do movimento é contribuir, de modo efetivo, para a redução da morbidade e mortalidade do sexo masculino. De maneira que os homens conheçam um pouco mais os males, conscientizem-se quanto aos fatores de risco e, principalmente, o que podem fazer para prevenir doenças a fim de obter uma vida mais saudável e duradoura.

Câncer, a segunda doença que mais mata a nível mundial
Câncer é o nome genérico para um grupo de mais de 200 doenças. Embora existam muitos tipos de câncer, todos começam da mesma forma. No meio médico também é conhecido como neoplasia. A ciência que estuda o câncer se denomina Oncologia e é o oncologista o profissional que trata a doença. Ele surge a partir de uma neoplasia maligna, ou seja, quando uma célula sofre mutações e passa a se dividir descontroladamente. Esse crescimento celular desordenado invade os tecidos e órgãos, induzindo a formação de novos vasos sanguíneos. Dividindo-se rapidamente, estas células tendem a ser muito agressivas e, quando atingem a fase chamada metástase, podem espalhar-se para outras regiões do corpo. Os cânceres que não são tratados podem causar doenças graves e levar à morte. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer é a segunda doença que mais mata em todo o mundo, ficando atrás somente dos transtornos cardiovasculares.
Estima-se que em 2030 o número de pessoas com a enfermidade deve chegar a 75 milhões e a taxa anual de mortalidade atinja a casa dos 13 milhões. Os índices divulgados recentemente pelo Inca (Instituto Nacional do Câncer) também não são nada animadores, espera-se 576.580 novos casos de câncer entre os brasileiros sendo que os homens respondem por 302.350 (52,4%). Mais populosa, a região Sudeste concentra o maior número de ocorrências para 2014, com quase 157 mil, seguido do Sul (66 mil). Confira nos gráficos a seguir:

O câncer em Cascavel e região
A 10ª Regional de Saúde abrange 25 municípios, como Anahy, Cafelândia, Céu Azul, Corbélia, Guaraniaçu, Lindoeste, Nova Aurora, entre outros. Somando todos eles, o número de óbitos masculinos causados por neoplasias (tumores) chega a 1773, considerando os últimos cinco anos, segundo dados do Sistema de Informação de Mortalidade do Estado (SIM). Deste total foram registradas 920 mortes somente na cidade de Cascavel. Em seguida vem Quedas do Iguaçu, que de 2009 a 2013, registrou 108 mortes por neoplasias. A faixa etária predominante envolve homens acima dos 50 anos. Contudo, observa-se que o câncer vem fazendo suas vítimas cada vez mais cedo, pois também constam nas estatísticas óbitos entre homens de 15 a 49 anos de idade. Outro dado a ser levado em consideração, são cinco principais tipos de câncer que mais matam na região oeste paranaense:
1 – Neoplasia maligna dos brônquios e pulmões
2 – Neoplasia maligna do estômago
3 – Neoplasia Maligna de próstata
4 – Neoplasia maligna de pâncreas
5 – Neoplasia maligna de encéfalo

Os vilões
• Câncer de Pulmão
No Brasil, foi responsável por 21.867 mortes em 2010, sendo 13.677 homens e, 90% dos casos diagnosticados, estão associados ao cigarro. Os sintomas, geralmente surgem quando o câncer já está em estágio avançado, o que o torna muito letal. Tosse, falta de ar, dor torácica, perda de peso, cansaço e presença de sangue no escarro são alguns indicativos. Eliminar o consumo do tabaco é uma das principais maneiras de se prevenir o câncer de pulmão.

• Câncer de Estômago
É o segundo câncer que mais mata no mundo, isso porque seus sintomas não são específicos: perda de peso, fadiga, falta de fome, vômitos, náuseas e desconforto abdominal, o que muitas vezes, leva a doença a passar despercebida até entrar em estágio avançado. A taxa de incidência é cerca de duas vezes mais alta no sexo masculino do que no feminino. Os fatores de risco da doença são a dieta, principalmente, a ingestão de alimentos conservados no sal ou defumados, e a infecção causada pela bactéria Helicobacter pylori. Esta é uma das infecções mais comuns no mundo e pode ser responsável por 63% dos casots de câncer gástrico. Para cuidar bem do estômago e prevenir o câncer, deve-se evitar o fumo e alimentos mal conservados e muito condimentados, além de sempre investigar as causas da dor de estômago.

• Câncer de Próstata
A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que produz e armazena parte do fluido seminal. A maioria dos cânceres de próstata cresce lentamente e não causa sintomas. Tumores em estágio mais avançado podem ocasionar dificuldade para urinar, sensação de não conseguir esvaziar completamente a bexiga e presença de sangue na urina. No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, causando 12.778 mortes em 2010. No período de 2000 a 2005, foi o terceiro tipo de câncer mais frequente nos atendimentos feitos pela UOPECCAN, com 293 casos. O câncer de próstata pode ser diagnosticado por meio de exame físico (toque retal) e laboratorial (dosagem do PSA).

Fatores de risco para a saúde
As causas de câncer são variadas, podendo ser externas ou internas ao organismo. De todos os casos, 80% a 90% dos cânceres estão associados a fatores ambientais e cerca de 20% das mortes de câncer ocorrem devido a hábitos nada saudáveis, como índice de massa corporal elevado; baixa ingestão de frutas, legumes e verduras; falta de atividade física; tabagismo e uso de álcool em excesso. Algumas características de comportamento sexual também aumentam as chances de exposição a vírus carcinogênicos sexualmente transmissíveis: a promiscuidade sexual, a falta de higiene, a precocidade do início da vida sexual, variedade de parceiros, entre outros.
O diabetes é outro fator de risco que não pode ser esquecido, devido ao aumento anormal de açúcar no sangue, está entre as principais doenças que fazem os homens viverem em média sete anos a menos que as mulheres no Brasil, assim como as doenças cardíacas, o câncer e a hipertensão. A doença quando não controlada, pode ser causa de doenças vasculares e comprometimento do sistema nervoso autônomo. Medicamentos, atividades ocupacionais estressantes, radiação solar, acidentes de trânsito, hipertensão e obesidade também estão inclusos na lista dos fatores de risco.

Prevenção - Dicas de exames
Aos 20 anos:
Controle de colesterol, triglicérides, glicemia, creatinina e urina.
Avaliação de pintas (manchas no corpo).
Realizar exames para prevenção de doenças hematológicas como anemias, hepáticas e cardíacas.
Usar camisinha para prevenção de DSTs como HIV, hepatite B e C, HPV, clamídia, gonorreia, sífilis, herpes, cancro mole e donovanose.
Aos 30 anos:
Além de seguir as dicas anteriores, os homens devem procurar um oftalmologista aos 30 anos.
Aos 40 anos:
Os homens devem manter a adaptação às dicas acima e incluir outros cuidados, além de procurar um urologista e realizar exames para prevenção de problemas na próstata.
Aos 50 ou mais anos:
Manter todos os tópicos acima e investigar neoplastias.

Combata o câncer e outras doenças
• Pare de fumar!

• Uma alimentação saudável pode reduzir as chances de câncer em pelo menos 40%, além de contribuir contra a obesidade. Coma mais frutas, legumes, verduras, cereais e menos alimentos gordurosos, salgados e enlatados. Dê preferência às gorduras de origem vegetal como o azeite de oliva, óleo de soja e evite gorduras de origem animal;

• Evite ou limite a ingestão de bebidas alcoólicas;

• Cuidado com a exposição prolongada ao sol, entre 10h e 16h, e use sempre proteção adequada, como chapéu, barraca e protetor solar;

• Realize diariamente a higiene oral;

• A medição periódica da pressão arterial detecta a hipertensão arterial, evitando, desta maneira, possível complicações, como derrame, infarto, problemas renais, aneurismas, etc.;

• Use sempre camisinha para evitar doenças sexualmente transmissíveis
(DSTs), tais como AIDS, síflis, gonorreia, etc..

Programação do Cascavel Azul 2014
Dia 23/07/2014
Coletiva de Imprensa
Local: ACIC (Associação Comercial e Industrial de Cascavel)
Horário: 10 horas

Dia 03/08/2014
Domingo Azul - Na luta contra o câncer
Local: Sede Recreativa do Sintrivel - Rua Portugal, 1672
Jardim Itália
Público estimado: 600 pessoas
Horário: A partir das 14 horas
Ações:
Cerimonial de Abertura;
Campeonato de Futebol Suíço com Times Convidados;
Torneio de sinuca, truco e bocha;
Mutirão de saúde com entidades e parceiros;
Lanche de confraternização.

Dia 10/08/2014
Panfletagem na Festa de São Cristovão
No mês de agosto, ainda fazem parte da programação:
- Participação em eventos esportivos e automobilísticos;
- Diversas Palestras com médicos e depoimentos de voluntários em empresas, cooperativas, organizações, associações, escolas, entre outros;
- Panfletagem no Dia Nacional da Construção Civil em Parceria com Lions Clube.

Como contribuir no Cascavel Azul
- Sinalize sua empresa ou fachada com adesivos azuis;
- Decore vitrines e lojas com as cores da campanha;
- Oriente seu pai, irmão, amigo, avô, tio, cunhado, vizinhos e conhecidos a fazerem checapes de saúde;
- Compre a camiseta do Cascavel Azul na loja Sarolli Colonial ou faça a sua doção;
- Incentive sua equipe de colaboradores a vestirem a camisa pelo menos uma vez por semana.

Dúvidas ou sugestões entrem em contato pelos fones:
(45) 9112-8589 ou (45) 9916-9716.

Observação: A Secretária de Saúde de Cascavel (SESAU) também estará desenvolvendo, durante todo o Agosto Azul, uma programação especial de atenção ao homem nas UBS (Unidades Básicas de Saúde).

 

 
(45) 3224-7212 / 3038-7216 / 9972-4744 / 9931-8072
vivercascavel@vivercascavel.com.br - comercial@vivercascavel.com.br
Rua Paraná, 3261- 5º andar, sala 502 A/B - Ed. Felipe Adura - Cascavel PR