SAÚDE NEWS

Editorias

Prevenção

15/11/2019
Tumores de glândulas salivares: dos sintomas ao tratamento

Oncoccape - Oncologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço

 As glândulas salivares fazem parte do sistema digestório. São as responsáveis pela produção da saliva e se dividem em glândulas salivares maiores e menores. As glândulas salivares maiores são as parótidas, submandibulares e sublinguais e estão localizadas aos lados da face e sob a língua; já as menores estão distribuídas no trato aerodigestivo alto. Ambas podem ser acometidas por tumores benignos e malignos.
 
Os tumores das glândulas salivares maiores são responsáveis ​​por 3% a 4% de todas as neoplasias de cabeça e pescoço. A idade média dos pacientes é de 55 anos para neoplasias malignas e cerca de 40 anos para tumores benignos. 
 
Cerca de 85% dos tumores de glândulas salivares ocorrem nas glândulas parótidas, seguidos pelas glândulas submandibulares e glândulas salivares menores, e cerca de 1% acomete as glândulas sublinguais. 
 
Aproximadamente 25% dos tumores da parótida e 50% dos tumores submandibulares são malignos.
 
Tipos de tumores das glândulas salivares maiores:
 
- Tumores epiteliais malignos: carcinoma de células acínicas, carcinoma mucoepidermoide e carcinoma adenoide cístico e carcinoma de ducto salivar.
- Tumores epiteliais benignos: adenoma pleomórfico, mioepitelioma e tumor de Warthin, oncocitomas e adenomas.
- Tumores de tecidos moles: hemangiomas e lipomas.
- Tumores Hematolinfoides: linfomas.
- Tumores metastásico.
O tipo mais comum é o adenoma pleomórfico (tumor misto), que em alguns casos, pode vir a se tornar maligno, gerando o carcinoma (ex-adenoma pleomórfico).
 
Diagnóstico:
Aparecimento de nódulos na região da glândula parótida, submandibular, sublingual. Nos tumores de glândula parótida, a paralisia facial pode ser um dos sinais clínicos.
 
Tratamento:
O principal tratamento é a cirurgia, sendo que nos casos de tumores malignos pode ser necessário o tratamento complementar com radioterapia e quimioterapia. 
 
Nos casos de cirurgia na região da glândula parótida, existe o risco de paralisia facial. Isso ocorre porque o nervo facial - responsável pelos movimentos dos músculos da mímica facial, passa por dentro da glândula, sendo necessária a manipulação para realização da cirurgia.  
 
Rua Pernambuco, 2450 - Coqueiral - CEP 85807-050 - Cascavel/PR - Fone: (45) 3224-7212 / 3038-7216 / 99972-4744 / 99931-8072
COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.