CAPA

“Pioneirismo: 30 anos de Cardiologia Intervencionista no Oeste do Paraná”

Dr. Luiz de Castro Bastos

A cardiologia brasileira, iniciada na década de 1940, teve um grande impulso após a criação da Sociedade Brasileira de Cardiologia em 14 de agosto de 1943¹ quando foram realizados vários encontros científicos de cardiologia que reuniram médicos de todas as regiões do Brasil. Desde então, a especialidade espalhou-se pelo território nacional com uma rapidez incrível, sendo criados mais cursos de especialização fora do eixo Rio-São Paulo. Dessa maneira, a cardiologia brasileira tornou-se uma referência internacional também pelas técnicas desenvolvidas por eminentes brasileiros.

Hoje, a cardiologia tem um papel fundamental na saúde dos brasileiros ao promover o diagnóstico e o tratamento de diversas doenças cardiovasculares, responsáveis pela maior causa de morte no mundo ocidental2

Como não poderia deixar de ser, Cascavel também evoluiu com a chegada de especialistas que deram início ao desenvolvimento da cardiologia local. Porém, ainda não havia um serviço especializado em hemodinâmica para dar suporte a estes profissionais, sendo os seus pacientes, na maioria das vezes, encaminhados aos grandes centros para receberem atendimento integral. Diante dessa necessidade da comunidade local, foi fundado, em janeiro de 1991, o Serviço de Hemodinâmica do Hospital Policlínica Cascavel. Neste mesmo ano, em 12 de março, foi realizado o primeiro cateterismo cardíaco e, no dia 26 de novembro, foi realizada a primeira angioplastia coronária da região Oeste do Paraná, marcando o início dos procedimentos diagnósticos e terapêuticos em cardiologia intervencionista que revolucionaram a cardiologia regional.

Atualmente, já são mais de 35.500 procedimentos realizados para o diagnóstico e tratamento das diversas doenças cardiovasculares no Hospital Policlínica Cascavel. Desde 1991, Dr. Bastos, como é conhecido, é o Responsável Técnico pelo Serviço de Hemodinâmica do Hospital Policlínica Cascavel perante as instituições públicas, municipal e estadual, e o Conselho Regional de Medicina (CRM/PR). 

A evolução da hemodinâmica, nas últimas três décadas, possibilitou investimentos não apenas para o Hospital, mas também beneficiou a cardiologia de Cascavel e de cidades circunvizinhas, como Toledo, Foz do Iguaçu, Campo Mourão, Francisco Beltrão e Pato Branco. Em outras palavras, houve um grande progresso nos serviços cardiológicos, sendo o maior avanço o atendimento imediato aos pacientes acometidos de infarto agudo do miocárdio no serviço de hemodinâmica, promovendo a desobstrução da artéria ocluída em tempo recorde e permitindo ao paciente infartado melhor qualidade de vida com menor morbimortalidade. Também nesse aspecto Dr. Bastos foi pioneiro.

Nestes 30 anos, além de seu pioneirismo no Serviço de Hemodinâmica do Hospital Policlínica Cascavel, Dr. Bastos fundou a “Clínica Cardiológica Dr. Bastos”; participou da criação do Serviço de Hemodinâmica de Toledo, a Angiocor, onde atuou por 7 anos; dedicou-se dez anos à docência; em 2007, concluiu seu mestrado em Medicina Interna pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Sempre em busca de aperfeiçoamento, participou de encontros científicos nacionais e internacionais; organizou congressos direcionados aos cardiologistas, aproximando-os da especialidade de Cardiologia Intervencionista e possibilitando a troca de experiências com renomados profissionais da área; atuou em defesa da classe médica e passou a integrar o Conselho de Administração do Hospital Policlínica Cascavel, colaborando com a gestão desse importante centro médico de excelência. Confira mais detalhes na linha do tempo. 

Referências:
1. REIS. Evolução Histórica da Cardiologia no Brasil. op. cit., p. 377.
2. Atualização da Diretriz de Prevenção Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia – 2019 Arq Bras Cardiol. 2019; 113(4):787-89.

 

Experiência e dedicação à saúde cardiológica 

1982
Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Piauí (UFPI).

1984
Concluiu a Residência em Cardiologia no Hospital Santa Maria, em Teresina, Piauí. 

1987 
Concluiu a Residência em Hemodinâmica, também no Hospital Santa Maria, onde permaneceu trabalhando. 

1988
Aperfeiçoamento em Cardiologia Intervencionista no Serviço de Hemodinâmica do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, onde permaneceu até 1991, quando decidiu mudar-se para Cascavel. 


1991

• Inauguração e início das atividades do Serviço de Hemodinâmica do Hospital Policlínica Cascavel.

• Primeiro cateterismo e primeira angioplastia coronária da região Oeste do Paraná.

 

1992
Primeira Valvoplastia Mitral da Região Oeste do Paraná.

1996
Curso de Cardiologia Intervencionista Dr. Andreas Grüntzig em Orlando, Flórida - Estados Unidos.

1997
Congresso em Cuba a convite do Dr. Siguemituzo Ariê.

1998
• Inauguração do primeiro equipamento de hemodinâmica digitalizado e com fibra ótica da Região Oeste do Paraná – fundação da Digicor. 

• Presidente do Departamento de Cardiologia da Associação Médica de Cascavel.

1999 
• Professor de Cardiologia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), de 1999 a 2001. 

• Presidente da Associação Médica de Cascavel, gestão 1999 a 2001. 

2006
Fundação da Clínica Cardiológica Dr. Bastos.

2007
• Curso de Cardiologia Intervencionista Internacional PCR (Percutaneous Coronary Revascularization), Barcelona - Espanha. 

• Participação como um dos fundadores do Serviço de Hemodinâmica – Angiocor, Toledo. 

2009
• Presidente da Associação Médica de Cascavel, gestão 2009-2011.

• Professor de Cardiologia Centro Universitário Fundação Assis Gurgacz (FAG), de 2009 a 2016. 

2012
Congresso Internacional de Cardiologia Intervencionista TCT (Transcatheter Cardiovascular Therapeutics), Miami, Flórida – Estados Unidos. 

2014
Estágio no Serviço de Angiologia e Angiografia do Dr. Marc Bosiers em Bruxelas - Bélgica. 

2015
Ampliação da Clínica Cardiológica Dr. Bastos.

2017
• Tornou-se membro do Conselho de Administração do Hospital Policlínica Cascavel até a presente data.

• Organizador do I Encontro de Cardiologia Intervencionista Prof. Dr. Siguemituzo Ariê.

• Participação como Moderador no Simpósio Internacional de Cardiologia Intervencionista – CardioInterv, promovido pelo Dr. Costantino Costantini em Curitiba.

2018
Participação como Debatedor no Simpósio Internacional de Cardiologia Intervencionista – CardioInterv, promovido pelo Dr. Costantino Costantini em Curitiba.

2021
•Comemoração dos 30 anos de Cardiologia Intervencionista em Cascavel.

•Ampliação dos serviços da Clínica Cardiológica Dr. Bastos com a chegada de mais um profissional na equipe: Dr. Rafael Barradas Correia Castro Bastos.

 

De coração para coração

Décadas de dedicação à medicina, participação em inúmeros congressos, várias especializações, aulas em universidades, rotina hospitalar e de consultório garantiram ao Dr. Luiz de Castro Bastos a excelência técnica como médico cardiologista. Mas, quando perguntamos a alguns pacientes e a sua secretária, o que mais admiram em seu trabalho, além do profissionalismo, a resposta de todos foi a capacidade de ver o paciente como seu semelhante, isto é, a sua cordialidade com as pessoas fragilizadas diante de um problema de saúde. Confira alguns desses depoimentos:


 

Eli de Amorim Brockmann 
Aposentada, 79 anos, Medianeira-PR

"Aos 49 anos, sofri um infarto e fui atendida e salva pelo Dr. Bastos. Nos últimos 30 anos, também fui submetida a inúmeros procedimentos de cateterismo e angioplastia. Hoje, aos 79 anos, tenho cerca de 30 Stents, e todas as intervenções foram realizadas pelo Dr. Bastos. Para mim, além de excelente profissional, é um ser humano extraordinário, que inspira total confiança e segurança aos seus pacientes e familiares. Agradeço imensamente a Deus por ter colocado esse médico no meu caminho e da minha família. É nosso amigo, irmão, acho que um anjo aqui na Terra para nós.” 

 

 

Helio Silvestre Mathias
Advogado, 60 anos, Cascavel-PR

"Conheci o Dr. Bastos em 1999, quando fui submetido a um exame de cateterismo. Em 2016, sofri uma parada cardíaca, fiquei entre a vida e a morte, e ele foi meu médico, acompanhando-me com muita dedicação. Desde então, ele se tornou o meu cardiologista de confiança. É um profissional competente e comprometido com a medicina e com seus pacientes. Toda a minha família tem um carinho especial por ele, um sentimento de segurança e gratidão.”

 

 

Victorio Antônio Reginato
Aposentado, 76 anos, Matelândia-PR

"Em 1999, após uma complicação em uma cirurgia no coração, comecei meu tratamento com o Dr. Bastos. De lá até 2014, foram 18 Stents colocados, sempre com um atendimento atencioso, como o de um pai para um filho. Ou seja, nas diversas vezes em que estive entre a vida e a morte, com toda a sua experiência e competência, Dr. Bastos realizou os procedimentos com perfeição, mantendo-me vivo. É um grande médico, humano, e minha família tem muita admiração e carinho por ele, tornou-se nosso grande amigo. Para mim, é Deus no céu e o Dr. Bastos na Terra.”

 

 

Eloi Bombonatto
Empresário, 62 anos, Toledo-PR

"O Dr. Bastos me devolveu a vida e a alegria de viver! Eu o conheci em dezembro de 2013 quando tive um problema sério no coração. Realizei vários exames e precisei me submeter a um cateterismo em 2014. Em seguida, fiz uma angioplastia e foram colocados seis Stents. Foi um procedimento de alto risco, mas deu tudo certo. Melhorei minha fração cardíaca e, hoje, levo uma vida normal. Faço acompanhamento anual há oito anos. Para mim e minha família, o Dr. Bastos será lembrado sempre com muito carinho.”

 

 

Nivaldo Valente Costa
Médico Pediatra, 77 anos, Cascavel-PR

"Meu caso era muito difícil. Vários outros médicos acharam que eu deveria me submeter à cirurgia para implante de safena. Então, conheci o Dr. Bastos, que resolveu colocar os Stents. Isso faz mais de 12 anos, e estou bem até hoje. Falar da qualidade do trabalho dele é chover no molhado. Gostaria de falar da formação humana, pois formação técnica qualquer um pode ter! Um bom profissional não é aquele que faz com perfeição, mas sim aquele que vai além, que enxerga no paciente um prolongamento da família e demonstra grande empatia. Doutor Bastos é um exemplo de profissional, pois, mesmo com a socialização da medicina, nunca deixou que a sua relação médico-paciente fosse contaminada. A qualidade de vida que tenho atualmente atribuo a esse cardiologista, ao qual serei eternamente grato.”

 

 

Dorival Anacleto de Souza
Empresário, 57 anos, Cascavel-PR

"O Dr. Bastos foi um anjo que Deus colocou na minha vida, naquele fatídico dia 10/04/18. Às 20 horas, cheguei ao Hospital Policlínica, sendo recebido pelo clínico de plantão, que, então, me encaminhou ao Dr. Bastos. Eu achava que estava bem, mas, mesmo assim, com toda atenção e cuidado, ele resolveu que eu deveria ir para o CTI. Após cerca de 40 minutos, tive uma parada cardíaca. Depois, realizei duas angioplastias, com a colocação de dois Stents em cada uma. Desejo tudo de bom a esse excelente médico, que Deus o proteja para que continue salvando vidas por mais 30 anos, no mínimo!”

 

 

Aparecida Marciano
Secretária do Dr. Bastos há 20 anos

"O Dr. Bastos é um profissional de caráter exemplar, fera mesmo. Os diagnósticos são precisos. É atencioso, dá retorno aos pacientes, cumpre com seus horários. Uma das coisas que mais admiro é como, em todos esses anos, a medicina dele sempre foi humanizada. É um médico que não trabalha por dinheiro, mas por amor à profissão. Coloca o paciente sempre em primeiro lugar, abraça a causa e resolve o problema. É um profissional extraordinário nos mínimos detalhes e cuidados com o paciente. Já salvou muitas vidas! Tenho muita admiração, gratidão e gosto de trabalhar com Dr. Bastos e sua família.” 

 

 

 

 

 

Homenagens 
Gratidão e reconhecimento

 

 

Prof. Dr. Moacir Fernandes de Godoy, Livre-docente de Cardiologia da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, meu professor e grande mestre no ensino teórico-prático da Cardiologia e do início da minha formação em Hemodinâmica.

 

 

Prof. Dr. Siguemituzo Ariê, in memorian, Professor de Cardiologia e Chefe do Serviço de Hemodinâmica do Incor-SP, grande responsável pela complementação na minha formação em Hemodinâmica no Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo e minha titulação.

 

 

Dr. José Fernando Carvalho Martins, um dos Cardiologistas pioneiros de Cascavel, Professor de Cardiologia da Unioeste e responsável pelo convite para a minha vinda a Cascavel, bem como pelo credenciamento do Serviço de Hemodinâmica junto ao SUS.

 

 

Aos Diretores e Profissionais do Hospital Policlínica Cascavel, aqui representados na pessoa do Dr. Stênio Henrique de Souza, pelo inestimável apoio e incentivo nestes anos.

 

A todos os Cardiologistas e Clínicos de Cascavel e região que acreditaram no meu trabalho e foram muito importantes para se atingir essa marca histórica de procedimentos cardiológicos.

 

Agradeço ao suporte dos anestesiologistas, equipes de enfermagem, aos meus amigos e, principalmente, a cada paciente que confiou nessa grande equipe.

 

 

À minha esposa, Profa. Dra. Carmen Célia Barradas Correia Bastos, Professora do Mestrado e do Doutorado de Educação da Unioeste, que sem ela jamais teria conseguido chegar até aqui.

 

 

 

 

 


 

Da experiência da vanguarda ao comprometimento da nova geração

A Clínica Cardiológica Dr. Bastos conta com profissionais altamente qualificados para prevenção, diagnóstico e tratamento de diversas doenças cardiovasculares. Foi fundada em 2006 pelo Dr. Luiz de Castro Bastos, tendo, naquela época, sua primeira instalação no Edifício Green, quarto andar, sala 402. Em 2015, mudou-se para o atual endereço, Rua Carlos de Carvalho, 2982, um espaço renovado e ampliado. Em 2019, além da ampliação da estrutura, o corpo clínico passou a contar com o suporte da cardiologista Dra. Elisângela Canterle Sedlacek, especialista em Ecocardiografia. Em 2021, chegou para completar a equipe médica o cardiologista Dr. Rafael Barradas Correia Castro Bastos. Além das consultas e avaliações cardiológicas, o grupo também disponibiliza para Cascavel e região, exames especializados em Cardiologia Clínica e ambulatorial, como Holter, MAPA, Teste Ergométrico, EcoDopplercardiografia, EcoDoppler de artérias carótidas e vertebrais.  

Com uma sólida formação profissional, incluindo duas residências, Clínica Médica e Cardiologia, Dr. Rafael Barradas Correia Castro Bastos retornou à sua cidade de origem com o objetivo de ampliar os serviços e o atendimento especializado à saúde do coração. De acordo com o médico, sua vida neste momento tem dois grandes desafios: o primeiro, garantir mais eficiência e segurança aos pacientes, desde a consulta, diagnóstico, até o tratamento de doenças e disfunções ligadas ao sistema cardiovascular. Enquanto seu segundo desafio envolve as questões de gestão administrativa.

“Na Residência Médica, não aprendemos como gerenciar uma empresa, mas o que não me falta é força de vontade e o comprometimento. Vamos manter a tradição destes 15 anos de experiência da clínica, porém com algumas inovações. Em busca de crescimento, estamos agregando novos exames, investindo em equipamentos e tecnologias de ponta. O resultado será um atendimento mais completo e ainda mais humanizado”, explica Dr. Rafael.  

 

“Eu não herdei a cardiologia, eu a escolhi” 

Há dez anos ininterruptos, Rafael Barradas Correia Castro Bastos dedica-se a estudar a saúde humana, e a ideia de tornar-se cardiologista sempre esteve em seus planos. “O que mais me encanta nessa especialidade é a capacidade de promover mais qualidade de vida e evitar a morte. Imagine, por exemplo, em um curto espaço de tempo, podemos trazer de volta alguém que esteja sofrendo uma parada cardíaca em decorrência de um infarto agudo do miocárdio. Ou seja, na maioria das vezes, conseguimos recuperar o paciente dessa situação grave. É uma profissão cheia de desafios, mas extremamente gratificante”, relata o médico. 

Doutor Rafael teve boa formação técnica, o que permitiu torná-lo um cardiologista muito bem preparado. Fez intercâmbio estudantil e cultural em Hamilton, na Universidade McMaster, Canadá, para aperfeiçoamento da língua inglesa. Graduou-se em Medicina pelo Centro Universitário da Fundação Assis Gurgacz (FAG) e retornou a Cascavel após cursar duas especialidades médicas: Clínica Médica, pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), no Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr.; e Cardiologia, pelo Instituto de Cardiologia de Santa Catarina (ICSC). Em 2012, esteve presente no Congresso Internacional de Cardiologia Intervencionista TCT (Transcatheter Cardiovascular Therapeutics), em Miami, e continua participante ativo de outros eventos científicos na área de medicina cardiológica. 

O conceituado Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. (FURG-RS), que presta atendimento ao SUS, é uma referência nas especialidades médicas de Cardiologia e Infectologia. Além disso, por situar-se em uma cidade portuária, tem muitas peculiaridades, como a de atender muitos pacientes com HIV e soropositivos, sendo este mais um desafio a enfrentar, que permitiu uma experiência extra na especialização de clínica médica. Lá também teve a oportunidade de acompanhar cardiologistas em plantões, inclusive em procedimentos que são exclusivos da residência em cardiologia. Vivenciar previamente o que aprenderia depois em sua segunda especialização fez toda a diferença. “Essas experiências me tornaram mais forte, mais preparado e me permitiram uma formação profissional mais completa, além disso, por ter convivido, nas duas residências, com médicos de tantos lugares do Brasil, hoje tenho muitos amigos para discutir casos e trocar informações sempre que necessário. Quanto mais avançamos no entendimento das doenças, maior será a nossa capacidade de proporcionar sobrevida aos pacientes, por isso, vou continuar expandindo cada vez mais meus conhecimentos”.  

“Como cardiologista, compreendo que existem momentos da vida em que as pessoas não precisam apenas tratar a doença em si, mas também necessitam de acolhimento às suas angústias.” 

 

Especialista em ecocardiografia

Doutora Elisângela Canterle Sedlacek é natural de Santiago, Rio Grande do Sul, casada com Peterson Roberto Sedlacek e mãe de duas filhas, Julia e Pietra. Morou em Manaus por 21 anos e há três mudou-se para Cascavel, em janeiro de 2019. Logo em seguida, começou a trabalhar na Clínica Cardiológica Dr. Bastos. Também presta atendimentos em Toledo, na Clínica Pulsares e na Acesso Saúde. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) em 2004, instituição na qual também cursou suas três residências: clínica médica, cardiologia e ecocardiografia. Além disso, é pós-graduada em Terapia Intensiva pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB). Ética, comprometimento e simpatia são qualidades desta profissional, que já soma 17 anos de medicina e seis de cardiologia. Em relato à Revista Saúde News, conta que foi no estado do Amazonas que escolheu sua especialidade: “Decidi ser cardiologista, após trabalhar quatro anos em uma sala de reanimação do ‘PS 28 de Agosto’, principal pronto-socorro municipal de Manaus. Lá fui motivada ao ver a melhora significativa dos pacientes cardíacos na emergência com o suporte do tratamento clínico. Ser cardiologista é estar conectada aos constantes desafios, porém sem deixar de cuidar da saúde integral do paciente, na sua individualidade”, recorda Dra. Elisângela.

 

EcoDopplercardiograma transtorácico: o ultrassom do coração 

Atualmente, além da cardiologia clínica, Dra. Elisângela Canterle Sedlacek também dedica parte da sua rotina médica à realização de EcoDopplercardiograma transtorácico. Esse exame é, na verdade, um ultrassom do coração, realizado por médicos cardiologistas especializados em ecocardiografia, em equipamentos de alta tecnologia, o que torna a prevenção de doenças e a realização de diagnósticos, mais eficaz e personalizada. É um dos principais exames dentro da cardiologia, pois consegue avaliar a anatomia do coração e o seu funcionamento, bem como a velocidade de bombeamento do sangue. São realizadas, por exemplo, medidas das câmaras cardíacas, avaliação dos fluxos através das válvulas do coração e, desse modo, podem ser detectadas alterações estruturais e/ou funcionais do coração como os sopros cardíacos, miocardiopatias com ênfase na doença isquêmica do coração (pós-infarto do miocárdio), defeitos congênitos, os efeitos da pressão alta no coração, doenças da aorta, como aneurismas e dissecções, na investigação de causas de arritmias, parte de um risco cirúrgico, de um check-up cardiológico e para atletas que buscam liberação para atividades competitivas. Diante da pandemia, este exame tornou-se fundamental na avaliação de pacientes durante ou no período pós-infecção por COVID-19. Nestes casos, através do EcoDopplercardiograma, podemos avaliar com acurácia as complicações cardiovasculares, pois o coronavírus pode afetar qualquer estrutura do coração causando trombose e inflamação nos vasos e tecidos de maneira silenciosa. 

“A clínica, por meio do Dr. Bastos e da Carmen, foi quem abriu as portas da Cardiologia, assim que cheguei a Cascavel. Minha eterna gratidão ao casal e tenho imensa admiração pelo trabalho do Dr. Bastos, que me incentiva a ser melhor todos os dias. Aprendo muito com ele e me sinto honrada em fazer parte deste ‘heart team’!”

 

 

Dra. Elisângela Canterle Sedlacek
CRM-PR 41774

- Cardiologista RQE 24663
- Ecocardiografista RQE 24695
- Título de Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC)
- Graduação na Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
- Residência em Clínica Médica (UFAM)
- Residência em Cardiologia (UFAM)
- Residência em Ecocardiografia (UFAM)

 

Dr. Luiz de Castro Bastos
CRM-PR 12601

- Cardiologista RQE 4037
- Cardiologista Intervencionista RQE 457
- Título de Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC)
- Título de Especialista em Hemodinâmica pela Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista (SBHCI)
- Mestre em Medicina Interna pela Universidade Federal do Paraná (UFPR)
- Hemodinamicista Responsável Técnico pelo Serviço de Hemodinâmica do Hospital Policlínica Cascavel

 

Dr. Rafael Barradas Correia Castro Bastos
CRM-PR 36930

- Graduação em Medicina pelo Centro Universitário Fundação Assis Gurgacz (FAG) 
- Título de Residência em Clínica Médica pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG) – RQE 17334
- Título de Cardiologia pelo Instituto de Cardiologia de Santa Catarina (ICSC) - RQE 28495
- Sócio da Clínica Cardiológica Dr. Bastos

Dr. Luiz de Castro Bastos - Diretor Técnico Médico - CRM-PR 12601 | RQE 4037
Informe Publicitário